Browse By

IDwall é escolhida pelo Google para fazer parte do Campus

sala_de_jogos_-_02No dia 07 de junho o Google inaugurou em São Paulo seu mais novo espaço para conectar empreendedores, mentores e investidores. Trata-te do 6º centro de empreendedorismo da empresa, que conta com espaços semelhantes em Londres, Seul, Madri, Varsóvia e Tel Aviv.

Campus São Paulo traz algumas novidades, uma delas é o Programa de Residentes, o primeiro no mundo. Nele as startups selecionadas terão 6 meses de espaço para a sua equipe, acesso à rede de especialistas, além de oportunidades para participar de programas de imersão, exchange globais, eventos e conteúdos exclusivos. O programa não tem custo algum, apenas exija-se engajamento e que as startups ajudem a contribuir para que mais empreendedores tenha sucesso e continuem desenvolvendo a cultura empreendedora no país.

O programa contará com startups mais novas, com 6 a 8 pessoas, e que cumpram os 4 critérios determinados: desenvolvimento de tecnologias únicas ou apresentação de modelos de negócios disruptivos; soluções para problemas relevantes e com alto potencial de impacto; sejam compostas por um time diverso; e contribuam e se engajem no fortalecimento da comunidade empreendedora.

No total foram recebidas 852 inscrições de empreendedores de todo país. Após longas semanas de análises, discussões e follow-the-colours-google-campus-sao-paulo-fotos-selena-escher-07entrevistas com a ajuda de um comitê especialista, o time do Campus selecionou um grupo de 15 startups, e a Idwall foi uma delas.

A IDwall, plataforma que auxilia o processo de decisão das empresas por meio da coleta automatizada de dados e inteligência artificial, oferecendo serviços como a comprovação da autenticidade dos dados, verificação das bases e informações sobre background do usuário, terá, por 6 meses, acesso à rede de experts do Google, oportunidades para participar de programas de imersão globais e eventos exclusivos.

Ao final dos seis meses do programa, a startup que estiver “grande demais” deixará o campus, caso contrário, sua permanência será renovada. Em troca, ela passará seu conhecimento para frente, trocando informações, ministrando palestras e mentorias. O intuito da renovação é o oportunidade da startup oferecer um “give-back”.

É importante ressaltar que o Google não descarta parcerias com as startups participantes após o término do programa. Vale lembrar um de deus casos mais famosos, o Waze. A startup israelense foi criada dentro do Campus de Tel Aviv, e cinco anos depois de sua criação, foi adquirida pelo Google.

 

Loading Facebook Comments ...