Validação digital de identidade: conheça quais são os benefícios para o seu negócio

O número crescente de fraudes de identidade tem levado empresas a adotarem soluções de validação digital mais robustas para combatê-las. Mundialmente, esse tipo específico de crime tem tirado o sono do mercado e dos consumidores.

Segundo o Security Index (2017), estudo realizado pela consultoria especializada em segurança Unisys, 65% dos compradores estão seriamente preocupados com a fraude de identidade.

Considerando uma pontuação que vai de 0 a 300, a pesquisa aponta o Brasil como um dos quatro países onde há os maiores índices de preocupação com a segurança de dados pessoais. São 189 pontos no ranking, 16 acima da média mundial.

Por isso, o processo de validação digital de identidade de usuários, funcionários e fornecedores vem ganhando mais espaço, especialmente em segmentos de mercado que têm regras mais rígidas de compliance a serem seguidas.

Saiba quais os benefícios de contratar uma solução de checagem e validação digital de identidade para a sua empresa.

Mais segurança e transparência para a sua operação

O processo de validação de identidade ajuda a trazer clientes, fornecedores e funcionários mais qualificados para a sua empresa.

Antes mais restrito às empresas do ramo financeiro, esse procedimento passou a ser adotado também por negócios que envolvem transporte de cargas ou que lidam diretamente com pessoas.

Nesse caso, o background check também auxilia a estabelecer relações transparentes em todos os elos da cadeia, garantindo que nenhuma das partes envolvidas trará riscos para a sua operação, além de prevenir casos de fraude e violência.

Assertividade na contratação de fornecedores e funcionários

No Brasil, 44% dos gestores atribuem até 10% da rotatividade de funcionários em suas empresas à má contratação, aponta estudo realizado em 2015 pela empresa de recrutamento Robert Half.

Contratar errado pode impactar negativamente o seu empreendimento de diversas formas, começando pelos danos à reputação e passando pelos prejuízos financeiros com demissão, seleção de novos funcionários e até advogados.

Por isso, não é de se espantar que as empresas coloquem não apenas sua segurança e a de seus clientes, mas também sua imagem em primeiro lugar. Medidas preventivas auxiliam na proteção dos ativos intangíveis do seu negócio – como a própria reputação – que hoje correspondem a quase 90% do valor de mercado de uma companhia.

O processo de validação digital de identidade durante uma contratação pode passar por diversas etapas, sendo uma delas a de background check para checagem de antecedentes criminais e processos judiciais, por exemplo.

É importante ressaltar que a legislação brasileira proíbe a utilização desse procedimento para fins discriminatórios, tornando-o legal somente em alguns casos.

A solicitação de antecedentes criminais de candidatos só pode ser utilizada em processos seletivos de segmentos específicos. Segundo entendimento da Subseção I Especializada em Dissídios Individuais, do Tribunal Superior do Trabalho, são áreas que lidam diretamente com idosos e crianças, informações sigilosas, transporte de cargas ou porte de armas.

Maior facilidade para adequar seu negócio às normas de compliance

Os crimes financeiros são responsáveis por quase metade dos prejuízos causados por organizações criminosas que são investigadas pela Polícia Federal, segundo reportagem do Estado de S. Paulo. De um rombo de R$ 123 bilhões no Brasil originado por esses grupos, eles representam R$69,5 bilhões.

Por isso, as empresas têm direcionado parte significativa de sua verba para combatê-los. As medidas preventivas tornam-se ainda mais necessárias em negócios do ramo financeiro que têm seu funcionamento autorizado pelo Banco Central, pois necessitam estar em conformidade com normas AML (Anti-Money Laundering).

No Brasil, a lavagem de dinheiro foi tipificada como crime pela lei nº9.613, sancionada em 1998. Como as instituições financeiras são portas de reinserção do dinheiro ilícito no sistema econômico, acabam tendo um papel fundamental para combater essa infração.

Além disso, a lei determina que as companhias não apenas identifiquem, mas mantenham um cadastro atualizado de todos os seus clientes. Essa identificação é feita por meio do KYC (Know Your Customer), uma série de procedimentos de verificação que têm como objetivo determinar a verdadeira identidade de um cliente.

Ou seja, ao utilizar soluções de validação de identidade, sua empresa vai estar cumprindo as exigências de compliance determinadas pela legislação brasileira – e, também, facilitando negociações em nível global.

Agora que você conheceu três motivos para adotar etapas de validação digital de identidade na sua empresa, quer saber quais soluções podem ajudar você nesse processo? Conheça nossos produtos e entre em contato com a nossa equipe.

Loading Facebook Comments ...