Home OutrosMercado Financeiro Filmes sobre o mercado financeiro: 5 títulos para você conferir

Filmes sobre o mercado financeiro: 5 títulos para você conferir

by Nathalia Paz
filmes-sobre-o-mercado-financeiro

Já falamos aqui no blog que temas como fraude de identidade e privacidade são inspiração para filmes e séries ao redor do mundo. Diversos outros assuntos do mundo dos negócios também inspiram narrativas para histórias envolventes, entre eles o mercado financeiro.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 5 filmes que retratam o mercado financeiro de uma forma envolvente, intensa e curiosa. Continue a leitura para conferir.

Wall Street – Poder e Cobiça (1987)

O filme conta a história de Bud Fox (Charlie Sheen), jovem ambicioso que trabalha no mercado de ações e que tenta por inúmeras vezes contato com o bilionário Gordon Gekko (Michael Douglas). Quando esse encontro finalmente acontece, Gekko divide com Fox uma informação confidencial e privilegiada: a empresa Bluestar havia ganhado um importante processo, que faria os preços de suas ações aumentarem. Gekko chama Fox para trabalhar com ele e o jovem logo enriquece, mas sua vida pessoal vai às ruínas. 

O filme do final da década de 80 teve um impacto real sobre o mercado financeiro, tendo transformado o mundo dos negócios e tornado a cultura financeira globalmente conhecida e até mesmo vista como glamourosa. Profissionais e empresas embarcaram nessa onda que permaneceu por cerca de 30 anos, cessando em 2008 com a crise econômica dos Estados Unidos.

Inside Job (2008)

Inside Job é um dos documentários mais famosos sobre a crise americana de 2008, que levou milhões de pessoas a perderem seus empregos e lares. Narrada por Matt Damon, a obra traz uma análise detalhada dos elementos que levaram ao colapso uma das maiores economias do mundo.

Os Estados Unidos não vivenciavam uma crise econômica tão severa desde 1929, e Inside Job narra a origem de todos o caos, mostrando os bastidores e trazendo à tona fatos chocantes, como a existência de uma única pessoa para gerir a fiscalização de risco do mercado financeiro do país inteiro.

O Lobo de Wall Street (2013)

Baseado em fatos reais, O lobo de Wall Street conta a história de Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio), corretor da bolsa que constrói uma fortuna de maneira rápida e ilegal. Belfort vê nos papéis de baixo valor uma oportunidade de negócios, enganando grandes e pequenos investidores.

Sob esse viés, o filme relata a crise imobiliária de 2008 e mostra a dinâmica do mercado de capitais dos Estados Unidos, destacando as variações dos índices de desempenho das corretoras e a reavaliação dos papéis, empresas e governos.

Quanto a Belfort, ele foi condenado a quatro anos de prisão, mas cumpriu menos de dois graças a um acordo com o FBI, no qual ele se comprometeu a devolver mais de 110 milhões de dólares para os investidores.

A Grande Aposta (2015)

Em 2008, o guru de Wall Street Michael Burry (Christian Bale), ao analisar o mercado, percebe que grande parte dos empréstimos imobiliários tinham altíssimos riscos de inadimplência. Vendo uma chance de lucrar com esse cenário, ele decide apostar contra e mobiliza cerca de um bilhão de dólares dos seus investidores. Ao lado do corretor Jared Venned (Ryan Gosling), Burry passa a comercializar essas ações, conseguindo arrecadar uma fortuna em proveito do colapso econômico.

O filme é o relato perfeito para descrever as cautelas que devem ser tomadas em relação ao mercado financeiro. Os Estados Unidos passaram por um boom imobiliário gigantesco, em que milhares de empréstimos foram concedidos para famílias que não conseguiriam arcar com seus compromissos. Esse financiamentos foram comercializados como ações e, quando não foram pagos, a crise se instaurou.

Margin Call – O Dia Antes do Fim (2011)

Margin Call relata os momentos finais que precedem a crise de 2008, através de uma empresa de investimentos que já sente o que está por vir: cerca de 80% de seus funcionários já foram demitidos, entre eles Eric Dale (Stanley Tucci). Antes de deixar a empresa, ele entrega um pen-drive para Peter Sullivan (Zachary Quinto), um jovem analista que ainda não havia sido demitido.

Ao ver o conteúdo do pen-drive, Sullivan liga para seu chefe, que marca uma reunião de urgência com o CEO John Tuld (Jeremy Irons). A empresa não valia mais um centavo; assim, coube a Tuld fazer a “Margin Call”, ordenando que todos se livrassem dos títulos sem valor antes que a notícia de que a instituição estava falida se espalhasse.

Os filmes sobre o mercado financeiro, mesmo os de ficção, relatam muito bem as questões que envolvem o tema. Os impactos de um colapso, por exemplo, são gigantescos, podendo envolver economias de todo o mundo. Por isso, os cuidados são extremamente necessários.

Se você quer entender como a idwall pode ajudar sua instituição financeira a ter maior segurança em seus processos e no relacionamento com os seus clientes, entre em contato com nossos representantes comerciais por meio do formulário abaixo:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...