Home Outros Brasileiros confiam em soluções de biometria, aponta pesquisa

Brasileiros confiam em soluções de biometria, aponta pesquisa

by Mariana González
biometria

A biometria já é amplamente utilizada no Brasil e no mundo para fins de validação de identidade, como a biometria facial solicitada em processos de onboarding ou a impressão digital com a qual o usuário pode acessar diversos aplicativos.

Soluções biométricas são cada vez mais amplamente usadas como forma de trazer mais praticidade e segurança a transações e outros serviços digitais, inclusive para estratégias antifraude e processos de onboarding digital.

Mas qual é a relação dos brasileiros com essa tecnologia? O que eles sentem sobre usos mais complexos da biometria, como abrir a porta de casa?

A confiança da população do país em soluções biométricas foi avaliada em uma pesquisa realizada pela consultoria independente data2decisions para a IDEMIA, líder global no segmento da biometria e  parceira da idwall na entrega de soluções inovadoras de onboarding digital e validação de biometria.

Para saber quais foram as principais descobertas do estudo, continue a leitura.

Solução biométrica mais usada é a de impressão digital

A pesquisa, que avaliou o cenário do Brasil e de outros dez países, descobriu que a percepção dos brasileiros sobre biometria diz respeito principalmente ao uso da impressão digital para fins de identificação e segurança. Segundo o levantamento, 89% dos entrevistados brasileiros afirmaram já ter utilizado esse tipo de solução, colocando o Brasil no topo do uso dessa ferramenta biométrica — em segundo lugar, aparece a Índia.

Porém, o Brasil ocupa a 6ª posição quando analisamos o uso do reconhecimento facial, que apenas 23% dos participantes brasileiros declararam já ter utilizado. Despencamos ainda mais em relação à utilização de reconhecimento de voz (20% dos usuários já o utilizaram) e de reconhecimento de íris (que somente 9% dos entrevistados afirmaram ter usado). Nos dois últimos aspectos, o Brasil está em 8º lugar.

O reconhecimento facial é cada vez mais utilizado como estratégia antifraude — em um onboarding digital, por exemplo, pode ser feita uma comparação entre uma imagem do usuário extraída de seu documento de identidade e uma selfie tirada na hora para verificar que é realmente ele quem está fazendo o cadastro.

Mesmo assim, o uso da impressão digital para fins de verificação e login ainda é a forma mais comum de biometria utilizada no Brasil, estando presente não apenas em aplicativos, mas nos próprios dispositivos móveis.

Para usuários, biometria representa segurança

Mesmo tendo um entendimento um tanto limitado sobre as possibilidades da biometria, nove em cada dez brasileiros entrevistados afirmaram ter uma atitude positiva em relação à tecnologia. Para os usuários, biometria está diretamente associada a segurança.

Além disso, 49% dos participantes do Brasil acreditam que uma das maiores vantagens da biometria é a diminuição da necessidade de gerar diversas senhas diferentes para se cadastrar em aplicativos, utilizar serviços mobile e fazer compras.

Outro ponto importante é que, além de ser mais prática e segura, a biometria diminui as ocorrências de fraudes. Pessoas que cometem fraudes de identidade podem roubar senhas e dados pessoais, mas informações biométricas — digital, voz, rosto — são impossíveis de ser replicadas. Dessa forma, a biometria também fortalece estratégias antifraude e traz mais segurança para processos de onboarding, por exemplo, beneficiando empresas e usuários.

As possibilidades da biometria

Há, ainda, altas expectativas para o que ela pode oferecer: o estudo listou os principais desejos dos usuários do Brasil para as soluções biométricas, que incluem efetuar pagamentos online (mencionado por 54% dos entrevistados brasileiros) e abrir a porta de casa (citado por 27% dos participantes brasileiros).

Dessa forma, pode-se entender que, apesar de estar mais diretamente familiarizado com os usos mais recorrentes de biometria, os brasileiros mostram-se abertos a soluções mais sofisticadas. Essa aceitação reforça as possibilidades da biometria de se tornarem cada vez mais presentes no dia a dia dos usuários, otimizando a eficácia das estratégias antifraude, de segurança e de privacidade digital das empresas.

A pesquisa encomendada pela IDEMIA à data2decisions entrevistou pessoas em 11 países: África do Sul, Austrália, Brasil, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália e Reino Unido. Os 2.800 participantes foram divididos igualmente entre os gêneros masculino e feminino e, em relação à idade, variavam dos 18 aos 71 anos.

Na idwall, utilizamos biometria em nossa solução de Face Match, que compara a foto do documento de identidade com uma selfie tirada durante o processo de cadastro, e em nosso SDK Mobile, que solicita que o indivíduo sorria, como uma prova de vida. Assim, garantimos que seu usuário é realmente quem ele diz ser.

Quer conhecer melhor o que podemos fazer por suas estratégias de cadastro, verificação de identidade e compliance? Entre em contato pelo formulário abaixo:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...