Home OutrosCompliance LGPD em vigor ainda em 2020? Entenda!

LGPD em vigor ainda em 2020? Entenda!

by Karina Menezes
LGPD em vigor em 2020, entenda

Em sessão remoto realizada na última terça-feira (19), o Senado aprovou a antecipação da Lei Geral de Proteção de Dados para agosto de 2020, mudando mais uma vez o curso da entrada em vigor da lei. O prazo para o início da aplicação de multas, porém, fica mantido em agosto de 2021.

A votação expõe as divergências existentes entre o Governo Federal, Senado, Câmara e outros setores do mercado em relação à matéria, que passou por diversas idas e vindas, além das inúmeras alterações no prazo de adaptação concedido às organizações. 

O novo prazo foi aprovado por 62 votos a favor e apenas 15 contra, sendo acolhido após o senador Weverton Rocha (PDT-MA) apresentar um destaque e alegar a relevância do adiantamento para combater notícias falsas. Agora, o texto final do Projeto de Lei nº 1.179/2020 segue para aprovação do presidente Jair Bolsonaro, deixando a possibilidade de quatro cenários:

1. Caso o PL nº 1.179/2020 seja sancionado, a vigência da LGPD permanece no dia 03 de maio de 2021, até que a Medida Provisória nº 959/20 seja votada pelo Congresso. Neste caso, as sanções passariam a ser aplicadas somente a partir do dia 1º de agosto de 2021;

2. Se houver a caducidade da MP nº 959/20 e sanção do PL nº 1.179/20, a LGPD entra em vigor no dia 16 de agosto de 2020. As sanções permaneceriam a partir do dia 1º de agosto de 2021; 

3. Um terceiro cenário considera o veto do PL nº 1.179/20. Nesse caso, a data de início da vigência permanece no dia 03 de maio de 2021, até que a MP nº 959/20 seja analisada pelo Congresso. Caso o PL seja vetado e a MP caduque, a vigência completa da LGPD fica para o dia 16 de agosto de 2020;

4. Do outro lado, a MP nº 959/2020, que altera para maio de 2021 a entrada em vigor da LGPD, permanece na Câmara. Caso aprovada e convertida em lei, passa a valer o dia 03 de maio de 2021 para a entrada em vigor da LGPD, e o dia 21 de agosto de 2021 para a aplicação de multas. 

Ainda pode haver, também, a alteração dos prazos pelo Congresso. Na linha do tempo abaixo, entenda todos os caminhos feitos pela LGPD até o momento: 

– Sancionada em 14 de agosto de 2018, a lei nº 13.709 previa 18 meses de vacatio legis – inicialmente, a sua vigência começaria em fevereiro de 2020. 

– A lei nº 13.853, que criou a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), adiou em seis meses a vigência da LGPD, com a nova data passando a ser agosto de 2020. 

-Com o PL 1179/2020, a proposta é que a LGPD passe para janeiro de 2021. Após indas e vindas do texto entre Senado e Câmara, a nova data para a vigência da lei é agosto de 2020, com sanções aplicadas a partir de agosto de 2021. Esse é conteúdo que foi encaminhado para aprovação do Presidente Jair Bolsonaro. 

– A MP 959/20, publicada no dia 29 de abril de 2020, adia a LGPD para maio de 2021. Publicada em caráter emergencial devido à pandemia, a MP aborda outros pontos, como a flexibilização de processos no pagamento do auxílio emergencial do governo. Este conteúdo segue para apreciação do Congresso. 

Independentemente do resultado, as organizações devem adequar-se à lei o quanto antes para não sofrerem com prejuízos financeiros. Para saber como a idwall pode ajudar a sua empresa no processo de adequação, entre em contato com a nossa equipe por meio do formulário abaixo:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...