Home OutrosMercado Financeiro Pagamentos via WhatsApp são seguros para as empresas?

Pagamentos via WhatsApp são seguros para as empresas?

by Fabiana Lima
Pagamentos via WhatsApp são seguros para as empresas

O WhatsApp é um dos aplicativos mais utilizados no Brasil, 99% dos celulares no país utilizam o recurso. Além de se comunicar com outras pessoas, muitos clientes estão usando a plataforma como ferramenta de atendimento. Isso fez com que o Facebook começasse a disponibilizar pagamentos via WhatsApp.

De acordo com a Zendesk, empresa desenvolvedora de softwares de atendimento, os clientes aumentaram em 118% o uso do WhatsApp para se comunicar com as empresas. Para facilitar ainda mais essa relação, agora os usuários do app conseguem fazer pagamentos sem sair da plataforma.

Embora seja vantajoso para clientes e negócios, a dúvida que fica é: os pagamentos via WhatsApp são seguros? Neste artigo, você vai entender melhor sobre o assunto.

Como as empresas podem usar o WhatsApp como forma de pagamento?

Por enquanto, os pagamentos via WhatsApp estão disponíveis apenas para usuários pessoa física e não para contas comerciais. No entanto, um risco que as empresas podem correr é justamente o de tentar aproveitar esse recurso como pessoa física e acabar se prejudicando financeiramente.

O primeiro ponto é que as transações devem sempre ser feitas por canais e meios oficiais das empresas, como boletos, contas bancárias jurídicas, faturamento ou cartão de crédito. Qualquer operação que seja feita fora desses canais ou diretamente entre cliente e vendedor oferece riscos para o negócio.

O segundo ponto é que antes de ser lançado o recurso de pagamentos via WhatsApp já aconteciam muitas fraudes no aplicativo. A facilidade que a nova ferramenta oferece é um chamariz para golpistas e fraudadores. 

Dados da PSafe, empresa de segurança na internet, revelam que, só em janeiro de 2020, 8,5 milhões de brasileiros tiveram o WhatsApp clonado para aplicação de algum tipo de golpe ou fraude. A pesquisa da empresa também mostra que 26,6% dos usuários relataram ter recebido algum link direcionando para um golpe e 18,2% tiveram seus apps clonados por fraudadores que solicitaram dinheiro aos contatos. 

Se o novo recurso de pagamentos via WhatsApp fizer sucesso e for bem recebido pelo público é bem provável que a empresa libere essa funcionalidade para empresas utilizarem. Por isso, é importante conhecer bem os riscos e entender como o WhatsApp está garantindo a segurança das operações.

Os pagamentos via WhatsApp são seguros?

A empresa afirma que as transferências e os pagamentos são protegidos, pois diversas camadas de segurança foram adicionadas ao WhastApp Pay e estão disponíveis para os dispositivos compatíveis. Confira a seguir quais são os recursos adotados: 

  • Comunicação de pagamento criptografado: a empresa utiliza um sistema que criptografa o aplicativo no telefone do usuário e os servidores do WhatsApp. Isso quer dizer que o sistema torna as mensagens ilegíveis durante o seu tráfego, sendo possíveis de serem visualizadas apenas quando chegam ao destinatário e quando saem do remetente.
  • Acesso limitado e monitoramento: a ferramenta armazena os dados com camadas de proteção que abrangem os equipamentos (hardwares) e os programas (softwares) da empresa. Com isso, o acesso a essas informações é limitado apenas a pessoas responsáveis e totalmente monitorado pela empresa. 
  • Biometria: para alguns aparelhos, que contam com o recurso de biometria, o usuário pode cadastrar a sua digital para ser solicitada sempre que for enviar um dinheiro da sua conta para outro usuário. Assim, caso o celular seja roubado, a pessoa não corre o risco de ter seus dados expostos. 
  • Limites de operações: todos os usuários estão limitados ao envio de até R$ 1.000 por transação diária e podem receber até 20 transações por dia, totalizando de R$ 5.000 por mês. 
  • Disponibilidade limitada: como falamos no início, apenas usuários pessoa física do app podem fazer e receber pagamentos. As contas comerciais ainda não contam com esse recurso – o que pode ajudar no controle e monitoramento das transações, nesse início, para que possíveis falhas sejam corrigidas. 

Para o diretor-executivo da ABFintechs (Associação Brasileira de Fintechs), em entrevista para o UOL, Marcelo Martins “a infraestrutura é segura porque utiliza a mesma dos cartões, seguindo os mesmos padrões de tecnologia e de segurança. Novas soluções de pagamento são sempre positivas para os consumidores e para as fintechs. É mais uma forma para adquirir um novo usuário, construir novas soluções. O WhatsApp não é uma utilidade fim, mas uma forma de oferecer uma solução. Por enquanto, está restrito a algumas instituições financeiras, mas isso vai ser ampliado para outras empresas”.

No entanto, quando a solução estiver disponível para as contas comerciais, as empresas devem ter cautela, pois as fraudes podem prejudicar as finanças do negócio. Principalmente aquelas que atuam com profissionais terceirizados, o ideal, para evitar ações criminosas, é ter um processo de verificação de identidade por trás das vendas, para impedir o cadastro de criminosos que vão usar o nome e as plataformas da empresa para aplicar golpes. Converse com nosso time de especialistas e veja como a idwall pode te ajudar a tornar o cadastro de vendedores mais seguro.

Related Posts

Loading Facebook Comments ...