Home Outros Como a tecnologia e a automação contribuem para a sustentabilidade

Como a tecnologia e a automação contribuem para a sustentabilidade

by Mariana González
sustentabilidade-tecnologia

Os benefícios da automação e da implementação de tecnologias inovadoras para as estratégias de uma empresa já foram bem estabelecidas. Entretanto, há outra vantagem, inclusive competitiva, de seguir esse caminho: a sustentabilidade.

Automatizar os processos do negócio, investir em equipamentos modernos e recorrer à terceirização de determinadas demandas faz com que a empresa economize diversos recursos, como energia elétrica e papel. Isso reduz o impacto da organização no meio ambiente — o que, além de ser um benefício por si só, também contribui para a boa imagem da empresa no mercado.

A seguir, entenda melhor a relação da tecnologia com a sustentabilidade e veja também por que seguir esse caminho no seu negócio.

Melhor aproveitamento dos recursos

Um dos impactos mais perceptíveis do investimento em automação é o melhor aproveitamento dos recursos da empresa. O uso de papel, por exemplo, é reduzido drasticamente quando as demandas passam a ser realizadas por sistemas e por meio da nuvem.

Dessa forma, o negócio diminui seus gastos com esse material e contribui diretamente com o meio ambiente. Isso acontece também porque a automação incentiva os colaboradores a pensarem duas vezes antes de imprimir um documento, por exemplo — e a conscientização da equipe é muito importante para que as ações sustentáveis deem melhores resultados.

E mais: investir na digitalização da documentação ainda aumenta a segurança dos arquivos, facilita na hora de encontrar e registrar documentos, diminui a necessidade de espaço reservado para arquivamento. Ou seja, impacta significativamente na qualidade e na agilidade do dia a dia da empresa.

Um case de sucesso dessa prática é o do SENAI-CE. Ao adotar a assinatura digital para seus certificados de conclusão de curso, a organização reduziu em 80% o consumo de papel — diminuindo assim os danos ao meio ambiente e os gastos com o item.

Além disso, os certificados de conclusão de curso, que antes eram entregues em 30 dias, passaram a chegar nas mãos dos alunos em apenas 5 dias. A digitalização e a automação, dessa forma, também representam mais agilidade e eficácia, garantindo uma melhor experiência ao cliente.

Menor consumo de água e eletricidade

Repensar os processos atuais da empresa focando no que pode ser feito de maneira mais sustentável pode levar a uma redução no consumo de água e eletricidade. Além da direta redução de gastos resultante disso, a prática também tem um impacto sustentável positivo.

Investir em equipamentos e computadores mais modernos é uma boa ideia não apenas para aumentar a eficácia da empresa e dar aos colaboradores as ferramentas de que eles precisam para produzir mais e melhor, mas também porque esses produtos tendem a ter um consumo reduzido de eletricidade e de água. Assim, é possível economizar por meio de práticas sustentáveis.

Enquanto isso, terceirizar determinadas demandas que não façam parte direta do core business da empresa contribui para a diminuição da quantidade de equipamentos e de recursos. Portanto, o investimento nos serviços/produtos de empresas especializadas apresenta um ótimo retorno e custo-benefício, além de contribuir para a sustentabilidade da organização.

Implementação de fontes alternativas de energia

Fontes alternativas e renováveis de energia, como o uso de painéis solares, valem o investimento por trazerem um bom retorno para a empresa — tanto financeiramente quanto em relação à sustentabilidade.

Como estabelecido pela Resolução Normativa nº 482 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), implementada em abril de 2012, a energia excedente que for gerada por meio de fontes renováveis pode ser fornecida pela empresa à rede de distribuição pública de sua localidade. Ao fazer isso, é possível conseguir uma redução do valor nas próximas faturas de energia elétrica, gerando economia para o negócio.

Além do aspecto financeiro, gerar a própria energia, pelo menos em parte, já reduz consideravelmente o impacto no meio ambiente. E, se a empresa conseguir gerar mais do que o necessário para o seu espaço, distribuir o excedente para a população contribui ainda mais significativamente para a implementação de práticas verdes.

Diversificar a matriz energética ainda reduz o impacto sobre a rede elétrica da organização, o que diminui a ocorrência de quedas de eletricidade e preserva os equipamentos.

Desenvolvimento de produtos mais duráveis

A própria arquitetura dos produtos desenvolvidos na sua empresa pode ser feita visando uma maior sustentabilidade.

Com o crescente aumento na aquisição de smartphones, tablets e outros dispositivos eletrônicos, especialmente os móveis, observa-se também uma tendência à substituição regular desses aparelhos. Depois de dois ou três anos, sempre há uma opção mais moderna disponível no mercado.

Isso, consequentemente, faz crescer também o volume de lixo eletrônico produzido pela sociedade. Quando descartado incorretamente — o que acontece com frequência —, esse lixo tem um impacto negativo significativo e duradouro no meio ambiente.

Nesse sentido, preocupar-se com a durabilidade dos produtos produzidos pela empresa também é uma forma de praticar ações sustentáveis. Além disso, a durabilidade é uma característica positiva do produto, o que pode levar a mais vendas e a maior fidelização.

Participação em uma tendência mundial

A preocupação com a sustentabilidade e com a preservação do meio ambiente torna-se mais intensa e urgente a cada ano. Portanto, investir em práticas verdes contribui para a imagem da sua empresa diante do público e do mercado.

Organizações que praticam a sustentabilidade também passam a contar com isso como diferencial competitivo, saindo assim na frente da concorrência que ainda não toma esse cuidado.

Ao redor do mundo, o conceito de smart cities fortalece-se cada vez mais. Tratam-se de localidades que implementam tecnologias para mudar o relacionamento dos cidadãos entre si e com a própria cidade — o que passa diretamente pela questão da sustentabilidade.

Isso inclui instalações elétricas de fontes alternativas, melhor aproveitamento da água e preferência por produtos/serviços sustentáveis, entre diversas outras medidas visando a preservação do meio ambiente e da cidade em si.

Outra consequência disso é o incentivo à conscientização da população e das empresas para que eles também implementem práticas sustentáveis em suas rotinas. Em novembro de 2018, o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (Centro RIO+), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), realizou o 1° Fórum Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade (FITS), onde foi discutido o papel dessas áreas para o desenvolvimento sustentável.

Ainda é possível pensar em tecnologia que não apenas contribua para a sustentabilidade, mas que efetivamente tenha sido desenvolvida com foco nesse propósito. Aplicativos de compartilhamento de carros, por exemplo, contribuem para a redução do trânsito — enquanto serviços para alugar bicicletas efetivamente incentivam o uso de meios alternativos e mais sustentáveis de transporte.

A importância da conscientização dos colaboradores

Para dar certo e realmente acontecer no dia a dia do negócio, a sustentabilidade deve fazer parte da cultura da empresa. E, como qualquer mudança nesse sentido, isso requer a participação dos colaboradores — e também da liderança.

Campanhas de conscientização e até mesmo treinamentos podem ser organizados para que a equipe entenda exatamente quais são as novas práticas da empresa em busca de mais sustentabilidade. Trocar a impressão regular de documentos pelo uso da nuvem, por exemplo, só é possível se cada um se comprometer a isso.

A sustentabilidade contribui também para um ambiente de trabalho mais agradável e colaborativo. E, ao implementar práticas verdes, a empresa incentiva os colaboradores a levarem essa preocupação para o dia a dia de cada um, aumentando assim a sua contribuição ao meio ambiente e ampliando o alcance de suas boas medidas.

Implementar práticas visando a sustentabilidade por meio da tecnologia e da automação contribui para os processos da empresa, para a otimização dos recursos, para a imagem do negócio e, é claro, para o meio ambiente. Essa é uma preocupação crescente do mercado e da população, fazendo da sustentabilidade um diferencial competitivo.

As soluções da idwall são a melhor maneira de automatizar seus processos de onboarding e compliance com segurança e eficácia. Para saber mais, entre em contato pelo formulário abaixo e converse com um de nossos especialistas:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...