Home Outros ISO 27001: entenda a principal norma de segurança da informação

ISO 27001: entenda a principal norma de segurança da informação

by Mariana González
ISO 27001

Para que a segurança da informação de uma empresa possa garantir a privacidade dos dados, prevenir ataques e atuar de forma estratégica dentro do negócio como um todo, é fundamental ter processos fortes e bem estruturados. A fim de padronizar esses processos e assegurar que uma empresa realmente atende às exigências, certificações como a ISO 27001 são muito importantes.

Uma organização que consegue a ISO 27001 comprova não apenas internamente, mas também perante o mercado, que obedece aos requerimentos que resultam em uma segurança da informação eficaz. Tais comprovações são importantes porque fraquezas e falhas nesse departamento impactam não somente a empresa em si, mas os colaboradores, os clientes, os parceiros de negócio e quaisquer outras pessoas e empresas com quem sua organização lide.

Sendo assim, ter a ISO 27001 — uma das principais e mais importantes certificações de segurança da informação — não apenas contribui para o fortalecimento das ações da sua empresa, mas também representa um diferencial competitivo.

Então, continue a leitura para entender melhor o que é a norma ISO 27001 e por que ela é tão importante para as organizações.

O que é a norma ISO 27001

A ISO 27001 foi publicada em outubro de 2005 pelo International Organization for Standardization e pelo International Electrotechnical Commission. Apesar de normalmente ser chamada de ISO/IEC 27001 ou apenas de ISO 27001, o nome completo dessa norma para sistema de gestão da segurança da informação é ISO/IEC 27001 – Tecnologia da Informação – Técnicas de Segurança – Sistemas de Gestão da Segurança da Informação – Requisitos.

O objetivo da norma é criar um modelo padronizado para estabelecer, implementar, operar, monitorar, analisar criticamente, manter e melhorar os sistemas e processos de segurança da informação de uma empresa.

Nenhuma organização é obrigada a ter a certificação ISO/IEC 27001, mas essa pode ser uma exigência dos clientes e parceiros de negócio antes de fecharem contrato com sua empresa, por exemplo. Portanto, adotar os padrões da norma é uma decisão estratégica, que deve ser tomada de acordo com as necessidades, tamanho e área de atuação do negócio, assim como seguindo as exigências dos clientes e o padrão do mercado.

A norma ISO 27001 foi construída com base no BS 7799 – Parte II, efetivamente substituindo esse padrão que deixou de ser válido.

A família de normas da série 27000

A ISO/IEC 27001 é a primeira das normas da série 27000. Ao longo do tempo, outras foram incluídas à família, mas a ISO 27001 permanece a única com requisitos para certificação e que é passível de certificação acreditada. Além da 27001, as mais importantes da família são:

  • ISO/IEC 27000 (define a nomenclatura utilizada nas demais normas da família);
  • ISO/IEC 27002 (estabelece diretrizes e princípios gerais para implementar uma gestão de segurança da informação);
  • ISO/IEC 27003 (guia de implementação da ISO 27001 — Information Security Management System);
  • ISO/IEC 27004 (visa monitoramento, medição, análise e avaliação);
  • ISO/IEC 27005 (trata da gestão de riscos na segurança da informação);
  • ISO/IEC 27006 (apresenta os requisitos para as empresas que prestam auditoria e certificação de sistemas sobre segurança da informação).

O que a ISO 27001 estabelece

A certificação segue os padrões dos sistemas de gerência ISO, sendo uma forma de a empresa assegurar que seus sistemas de gestão da segurança da informação estão de acordo com os padrões estabelecidos.

Por isso, a auditoria é feita por uma terceira parte, garantindo a credibilidade, a independência e a transparência da certificação, se concedida. Na hora de escolher a empresa auditora, é fundamental procurar uma que obedeça à ISO 27006. Normalmente, a auditoria para conseguir a certificação ISO 27001 acontece em dois estágios:

  • Primeiro estágio: análise preliminar e informal, onde verifica-se a existência de documentos-chave para a gestão, como as políticas de segurança da informação e de gerenciamento de risco.
  • Segundo estágio: aqui, a auditoria faz uma avaliação profunda e detalhada, que inclui a existência e a eficácia de aplicação dos controles ISMS (Information Security Management System).

Depois da primeira emissão, a renovação do certificado ISO/IEC 27001 é feita por meio de revisões periódicas e de novas declarações da empresa de que os padrões ISMS continuam em plena e eficaz operação.

Os benefícios da certificação ISO 27001 para sua empresa

Ter uma comprovação oficial de que a gestão de segurança da informação da sua empresa obedece aos mais altos padrões do setor é uma garantia de que essa parte do negócio está no caminho certo. Com o entendimento de que as informações e dados mais sensíveis estão devidamente protegidos , é possível operar com mais confiança, buscando continuamente a inovação e o crescimento do setor e da organização como um todo.

E ter a segurança da informação como elemento estratégico é cada vez mais importante — especialmente, mas não somente, para as empresas de tecnologia. Afinal, os avanços da tecnologia impactam todos os setores do mercado, desde o desenvolvimento de produtos até o relacionamento com o cliente. Sendo assim, trabalhar rumo a uma segurança da informação dentro dos padrões ISO 27001 é uma forma de alinhar processos e alcançar novos patamares.

Se sua empresa se preocupa em manter bons padrões de segurança da informação e em garantir a privacidade e a segurança dos dados, é fundamental contar com fornecedores que também tenham essa mentalidade. A idwall ajuda seu negócio a assegurar o compliance e a automatizar processos de validação de identidade, Background Check, leitura de documentos e biometria facial. Para saber mais, preencha o formulário abaixo e fale conosco:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...