Home OutrosIdentidade 5 tendências de identidade digital que você precisa saber

5 tendências de identidade digital que você precisa saber

by Fabiana Lima

Governos no mundo todo estão mudando seus modelos de identificação para a identidade digital. Os países que fizeram a mudança defendem que o modelo oferece uma melhor experiência para o relacionamento entre cidadãos, empresas e governos. Para apresentar um panorama dessa nova realidade, reunimos neste conteúdo as principais tendências de identidade digital para os próximos anos.

Você vai entender porque a identidade digital está crescendo em todo o mundo e quais são as vantagens que esse modelo de identificação proporciona para a sociedade de forma geral. Continue lendo e entenda melhor sobre o assunto.

Conheça as principais tendências de identidade digital para os próximos anos

No último ano, a sociedade passou por uma evolução tecnológica que estava prevista para acontecer ao longo dos próximos 10 anos. A descoberta do novo coronavŕus e a necessidade de impedir sua propagação estimularam a transformação digital.

Atividades que antes aconteciam presencialmente, como trabalho, educação, compras, atividades de lazer, culturais e relacionamentos pessoais sofreram uma grande mudança. Tudo passou a acontecer através das telas e muitas empresas tiveram dificuldade em se adaptar, em um primeiro momento. Principalmente aquelas que dependem da comprovação de identidade dos indivíduos. 

Especialistas defendem que com uma identidade digital, o cenário seria outro e os países em que esse modelo já está consolidado não precisaram se adaptar. Daqui para frente, uma das tendências de identidade digital é que esse tema seja cada vez mais debatido, a fim de preparar a sociedade para um futuro que já está acontecendo

A seguir, veja quais são as tendências de identidade digital que já estão no radar.

Aumento nas transações online e sem dinheiro

A pandemia fez com que a maior parte das transações comerciais fossem realizadas de forma digital. No Brasil, especificamente, quase 10 milhões de pessoas tiveram que se bancarizar para conseguir continuar consumindo.

Apesar de aumentar o acesso da população a diversos serviços e produtos, a bancarização digitalizada também atrai fraudadores. No último ano, as tentativas de fraude cresceram 53,6% em comparação com 2019. A tendência é que em 2021 as tentativas continuem crescendo e se tornem cada vez mais sofisticadas, pois, agora, as pessoas já estão mais habituadas a usar o ambiente digital para comprar e se relacionar com as marcas.

Diante desse cenário, as empresas precisam adotar métodos mais eficazes de combate à fraude, tornando os processos de validação de dados mais robustos. Uma identidade digital reúne todas as informações pessoais de um cidadão em um só lugar – em alguns países, é possível conectar até dados financeiros. Com todos os dados reunidos, o processo de validação de identidade é feito com maior agilidade e segurança.

Identidades digitais conectadas a serviços governamentais

Em muitos países, a criação de uma identidade digital partiu de iniciativas privadas, que se uniram a governos. Isso era um modelo comum porque as empresas, principalmente financeiras, são as maiores beneficiadas pela adoção de um modelo de identidade digital

No entanto, organizações governamentais também têm notado vantagens com relação a esse sistema de identificação. Com uma identidade digital, o governo consegue agilizar a atualização de documentos, emitir certificados, validar e autorizar o acesso a benefícios, além de aumentar a segurança nos processos de criação de novas identidades, evitando fraudes e falsificações.

Pensando especificamente no cenário pós-covid, os governos podem usar uma identidade digital para validar os cidadãos que estão vacinados e criar iniciativas para estimular a economia de cada região, pensando nas características de cada grupo.

Inteligência Artificial e Machine Learning aplicados à identidade digital

O desenvolvimento de uma identidade digital segura e eficiente para a sociedade depende totalmente da tecnologia. Porém, ao passo que os sistemas evoluem, os cibercriminosos também se tornam cada vez mais especializados em suas ações. 

Para combater essas atividades, recursos como Inteligência Artificial e Machine Learning têm sido fundamentais. A primeira tecnologia ajuda na verificação dos dados, garantindo que as informações são do cidadão. Enquanto isso, o Machine Learning monitora e acompanha as ações maliciosas para desenvolver e aplicar iniciativas de combate aos golpes.

Regulamentos de KYC e AML cada vez mais rígidos

As regulamentações de KYC e AML estão entre as mais rígidas do mercado financeiro e a tendência é que sejam ajustadas para torná-las ainda mais. O aumento nas tentativas de fraude tem feito com que organizações, como a Financial Action Task Force (FATF), revejam suas normas regulatórias para aplicar regras mais rígidas.

A FATF aumentou o escopo das organizações relatoras e solicitou que os países membros façam testes AML em seus clientes. A União Europeia também está avaliando modificações em suas regulamentações para torná-las mais rígidas, a fim de minimizar os riscos de ações criminosas. Com essas novas medidas, as organizações esperam cobrir as lacunas nos protocolos, tornando os processos mais seguros para todos. 

Cidades inteligentes são o futuro da sociedade

Uma das últimas tendências em identidade digital para o futuro é o conceito de cidades inteligentes. Nesse novo modelo de sociedade, o acesso a serviços, espaços, atividades será possível por meio de uma identidade única e virtual.

Os cidadãos vão conseguir desbloquear os serviços ou ambientes que precisam e querem acessar de acordo com as permissões disponibilizadas em cada tipo de identidade. Estudantes, por exemplo, conseguirão acessar escolas, cursos, espaços de lazer e ambientes culturais. 

Trabalhadores poderão acessar benefícios e serviços do governo de forma fácil e sem burocracias. Tudo isso e muito mais será possível em sociedades conectadas e com informações unificadas. 

Enquanto as tendências de identidade digital não chegam no Brasil, você pode começar a transformação digital na sua empresa, adotando soluções para analisar e validar a identidade física de seus clientes. Converse com os especialistas da idwall e saiba como.

Related Posts

Loading Facebook Comments ...