Home OutrosCompliance Análise de balanço de instituições bancárias: o que é?

Análise de balanço de instituições bancárias: o que é?

by Nathalia Paz
analise-de-balanco

As organizações são compostas por diferentes áreas, sendo elas complementares umas às outras. Cada peça da engrenagem é responsável pelos resultados e esses são traduzidos em números pela contabilidade.

Uma das principais maneiras de analisar a viabilidade de um negócio e sua seguridade é por meio da análise de balanço, que são relatórios que sintetizam a situação financeira das organizações. Cada segmento conta com sua estrutura: balanços de empresas do setor produtivo, por exemplo, se diferem dos balanços dos bancos e instituições financeiras.

Neste post, vamos abordar a Análise de Balanço das Instituições Financeiras e seu papel para a tomada de decisões internas e de investidores, entre outras rotinas dessas empresas. Para saber mais, continue a leitura.

O que é a Análise de Balanço das Instituições Financeiras?

Estruturalmente, o balanço é composto por três tipos de contas: ativo, passivo e resultado. Todas as transações realizadas são computadas dentro de umas dessas classificações, possibilitando analisar toda a movimentação financeira da instituição em um determinado período de tempo.

Por que é realizada a Análise de Balanço?

A análise permite identificar a saúde financeira da organização. Por meio do balanço, é possível identificar e mensurar o desempenho de um banco, seus principais desafios futuros, os riscos que envolvem as operações e a qualidade de crédito.

A tradução da saúde financeira é essencial para a atração de novos investimentos, classificação de riscos e demais operações. Além disso, toda a análise do balanço tem por trás a clareza das demonstrações financeiras — e é por meio delas que os bancos e financeiras reafirmam que estão operando de acordo com as normas e leis.

Qual sua importância para o compliance?

É de extrema importância que as empresas estejam cientes e cumpram todas as leis e regulamentações do seu setor. As instituições financeiras, por exemplo, são mais vulneráveis à lavagem de dinheiro e fraude — sendo assim, são necessárias medidas que inibem a ocorrência desse tipo de crime.

Dessa maneira, os procedimentos de compliance são um grande aliado das instituições, pois são os responsáveis por garantir que todas normas sejam cumpridas. Além de um programa de compliance bem estruturado, as empresas devem investir também em ferramentas que possibilitem a adequação de suas operações às regulamentações vigentes, prevenindo infrações que possam trazer danos financeiros e à reputação da marca.

Para saber como a idwall pode ajudar a sua organização nesse processo, entre em contato com os nossos especialistas por meio do formulário abaixo:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...