Home OutrosOnboarding Cenário e desafios das locadoras de carros no Brasil

Cenário e desafios das locadoras de carros no Brasil

by Karina Menezes
saiba quais as tendências do mercado de locadoras de carros

Passando por franca expansão no período anterior à pandemia, o mercado de locadoras de carros também precisará se adaptar a um novo normal daqui para a frente – se antes assistíamos à difusão de uma nova mentalidade sobre o compartillhamento de automóveis em detrimento do carro privado, a realidade agora passa a ser um pouco diferente. 

De alguns anos para cá, a locação de carros consolidou-se porque muitas pessoas já não viam sentido em manter um veículo próprio para utilizá-lo raras vezes – a facilitação do aluguel veio por meio de mais lojas e modelos disponíveis para todos os bolsos, recebendo o suporte de quem deseja a comodidade de um carro, sem ter atreladas todas as responsabilidades de documentação e manutenção. 

Além disso, a locação passou a ser impulsionada pelos aplicativos de mobilidade urbana. Mas será que o setor continuará traçando o mesmo caminho? 

Como a pandemia impactou o mercado de locação de veículos

Com queda mais acentuada na movimentação durante os primeiros meses de pandemia no país, muitas locadoras viram seus veículos devolvidos em massa, principalmente devido à redução no uso de aplicativos de mobilidade. 

As empresas do setor passaram a adotar protocolos ainda mais rígidos de higiene e segurança, implementando novas áreas e ferramentas para monitorar a situação. Somados aos antigos desafios, as locadoras têm que lidar com uma nova realidade decorrente do coronavírus e suas consequências. 

Quais são os velhos e novos desafios esperados para o setor? 

Gestão de frotas continua sendo um dos maiores desafios das locadoras de carros

A gestão de frotas é o processo em que as locadoras devem acompanhar tudo o que é relacionado aos veículos da empresa, abarcando questões como documentação, manutenção e todas as outras despesas envolvidas com os carros. Como essa não é a principal atividade de uma locadora, acaba sendo um grande desafio assumir esse fluxo, principalmente porque as informações costumam ficar em sistemas descentralizados. 

Segurança da frota e dos motoristas é fundamental

Outros desafios das locadoras envolvem acidentes e roubos de veículos e equipamentos. Nesse caso, existem duas áreas principais que necessitam de atenção – de um lado, é preciso pensar em medidas preventivas para manter o carro mais seguro. Elas vão desde sistemas de monitoramento e contratação de sinistros, até um acompanhamento que mostre dados sobre a condução do veículo em tempo real. 

Do outro lado, a confiabilidade do condutor pode se aferida por meio de ferramentas que validem a sua identidade, fazendo buscas minuciosas por infrações de trânsito, multas, processos e verificando se a pessoa é a detentora dos documentos apresentados no ato do aluguel. 

Com pandemia, higienização de veículos deve ser redobrada

No contexto de uma pandemia ainda longe de ser controlada de forma eficaz, a higienização dos veículos ganhou atenção redobrada das locadoras brasileiras, especialmente em pontos de contato como cintos de segurança e volantes. Também não podem faltar o álcool em gel nas lojas, máscaras e cuidado extra com a esterilização de materiais e superfícies, pensando na saúde dos usuários e dos próprios colaboradores. 

Grande burocracia

Antes da pandemia, as locadoras perdiam espaço para modelos de negócio que visavam o compartilhamento de veículos, caronas e outros tipos de locomoção, especialmente por serem mais tecnológicos e menos burocráticos. Agora é a hora do mercado de locação investir ainda mais em novas tecnologias e otimização de processos, facilitando o cadastro de novos motoristas, o processo de locação e assinatura do contrato, sem deixar de pensar na segurança da cadeia. 

Tendências e novos cenários para o setor

Mesmo com todos os desafios, o cenário é promissor para as locadoras, que têm uma chance de acompanhar novas tendências, reestruturar os seus processos e adotar ferramentas para acelerar a sua transformação digital. 

Autoatendimento, aplicativos, ferramentas que agilizam o onboarding e devolução facilitada dos veículos são apenas alguns dos itens que as locadoras podem utilizar para tornar a experiência do motorista ainda melhor. 

Embora algumas empresas já contem com essas facilidades, o mercado não se resume aos maiores players – segundo a Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (ABLA), o Brasil tinha ao final de 2019 cerca de 10.812 locadoras, responsáveis por mais de 75 mil empregos diretos. 

Neste novo cenário, a ABLA também prevê o aumento do tempo médio em que as locadoras permanecerão com veículos seminovos na frota, passando de 14,9 meses para 18 a 20 meses, consequência da queda de aquisições devido à redução das atividades das montadoras. 

Mas o mercado já percebeu a retomada das atividades. Isso se deve – principalmente – a uma mudança no comportamento do consumidor, que agora deseja evitar transportes públicos ou carros que sejam compartilhados, sem comprometer a renda com a aquisição de um veículo. Impactam positivamente também os planos e contratos financeiramente mais amigáveis oferecidos pelo setor. 

Em um período que exige mudanças e adaptações urgentes, a idwall ajuda a construir um processo de onboarding de motoristas sem fricção, utilizando ferramentas automatizadas de validação de identidade como o Face Match, Background Check e o OCR, comprovando que o usuário é quem diz ser e verificando informações como regularidade da CNH e existência de multas.

Entre em contato com a nossa equipe por meio do formulário abaixo e saiba mais: 

Related Posts

Loading Facebook Comments ...