Home OutrosKYC PLD e KYC: multas pagas por instituições financeiras em 2020 já chegam a 5,6 bilhões de dólares

PLD e KYC: multas pagas por instituições financeiras em 2020 já chegam a 5,6 bilhões de dólares

by Mariana González
pld-e-kyc

Em julho de 2020, as multas pagas mundialmente por instituições financeiras este ano em decorrência de não-conformidade com os regulamentos de Know Your Customer (KYC) e Prevenção à Lavagem de Dinheiro (PLD) já alcançaram o valor de 5,6 bilhões de dólares.

As organizações financeiras que mais tiveram que pagar tais multas estão nos Estados Unidos, na Suécia, na Alemanha e em Israel. Os órgãos reguladores da Malásia cobraram duas das maiores multas de 2020: um banco multinacional com sede nos Estados Unidos foi multado por seu envolvimento no roubo de bilhões de dólares do governo da Malásia, escândalo que ficou conhecido como “1Malaysia Development Berhad”. Além de uma multa de 2,5 bilhões de dólares, a instituição também foi obrigada a devolver 1,4 bilhão de dólares.

Órgãos reguladores operando na China, Hong Kong, Cingapura, Malásia, Taiwan, Índia e Paquistão aplicaram um total de quase 4 bilhões em sanções. Enquanto isso, três bancos suecos foram multados coletivamente em 536 milhões de dólares por lacunas na governança de PLD.

Os dados são de um estudo divulgado nesta segunda-feira (17), que mostra também que, mesmo que o valor médio das multas cobradas entre janeiro e julho de 2020 tenha tido uma redução de 30% em relação ao mesmo período do ano passado, o valor total de todas as multas de KYC e PLD deste ano deve ultrapassar os 8,4 bilhões de 2019. O próprio escândalo envolvendo a multinacional e o governo da Malásia pode resultar em mais sanções, já que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos continua investigando o caso.

O impacto da pandemia de Covid-19 nas investigações de PLD e KYC

Apesar de as atividades dos órgãos regulatórios também terem sido impactadas pela pandemia de coronavírus, é fundamental continuar implementando e fortalecendo as medidas preventivas e de auditoria, denunciando atividades suspeitas para assegurar a devida investigação e sanção de crimes financeiros mesmo durante a pandemia.

Outro ponto é que, diante da crise advinda da pandemia, as empresas podem ter dificuldades de manter a conformidade e continuar atualizadas com as suas obrigações regulatórias de KYC e PLD. Porém, é essencial que as estratégias de compliance não fiquem de lado, pois quaisquer desvios podem gerar impactos graves para a saúde financeira e a reputação do negócio.

No contexto da pandemia e dos diversos desafios de digitalização que ela traz, os reguladores e agências do governo ao redor do mundo seguem encorajando as empresas a procurar tecnologias que automatizem e simplifiquem os processos de compliance em KYC e PDL, enquanto ainda aprimoram a experiência do usuário.

Uma estratégia sólida baseada em tecnologias digitais deixam as empresas financeiras melhor equipadas a detectar e prevenir crimes financeiros e ainda entregar experiências aprimoradas e inovadoras para seus clientes. Além de reduzir os riscos de essas empresas serem multadas, elas também se fortalecem na recuperação da crise.

Em 2019, o Brasil ficou no topo da lista de países com maior índice de crimes de lavagem de dinheiro. Baixe nosso Guia de Prevenção à Lavagem de Dinheiro para entender melhor como fortalecer os seus processos de compliance e manter a sua empresa livre de fraudes.

A idwall está pronta para ajudar a sua instituição financeira a garantir o compliance com as regras de PLD, KYC e todas as demais regulamentações do setor. Com nossas soluções de Background Check, biometria facial e leitura automatizada de documentos, você fica em conformidade de forma rápida, segura e 100% digital. Entre em contato pelo formulário abaixo para saber mais:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...