Home Due Diligence Identificação digital: as vantagens de automatizar seu processo de KYC

Identificação digital: as vantagens de automatizar seu processo de KYC

by user
vantagens-automatizar-processo-de-identificação-kyc

Por Gustavo Camussi

Ter uma forma de automatizar o processo de identificação (KYC ou “Conheça o seu Cliente”, em português) é essencial para que empresas possam cumprir obrigações regulatórias. Ao mesmo tempo, as novas regulamentações geram mais demandas aos profissionais de compliance.

É nesse contexto de “vigilância” que a escalabilidade, dinamismo, contemporaneidade e compreensão são fundamentais para garantir o compliance. Esses fatores são característicos de processos estruturados por automação, sendo difíceis de serem atingidos totalmente por procedimentos manuais.

Esse alerta movimenta parte das organizações, que vêm adotando tecnologias inovadoras em prol do cumprimento de novos regulamentos. Porém, ainda há uma parcela de empreendimentos que não está engajada nessa tendência.

Muitas empresas colocam pontos de preocupação em relação ao desafio de enfrentar a mudança, que pode ser um processo disruptivo, custoso e demorado. Além disso, há uma percepção de que os processos regulatórios são apenas uma “passada de olho” em um volume exorbitante de documentos.

Outra percepção errônea é a de que todo o processo não irá custar às empresas mais do que a retenção de um usuário durante o processo de onboarding.

Compliance significa aderir a um conjunto complexo de regras que vão além da verificação simples dos documentos de um usuário.

Para mostrar como a automação pode torná-lo mais simples e rápido, vejamos como funciona a tecnologia da IDwall para validação de identidade.

Como a idwall automatiza o processo de identificação (KYC)

Já explicamos aqui no nosso blog como opera a tecnologia de OCR – ou Optical Character Recognition. Resumidamente, ela lê os caracteres de uma determinada imagem, transformando-os em texto útil, passível de interpretação.

Utilizamos essa tecnologia para extrair, digitalmente, dados de documentos como uma CNH ou RG, por exemplo. Esse procedimento evita riscos de uma digitação incorreta, além de imprimir mais velocidade ao processo de cadastro.

Face match é a nossa inovação para reconhecer se a foto de um determinado documento e uma selfie enviada pelo proponente na foto de cadastro realmente são compatíveis. Esse procedimento mitiga o risco de fraudes por adulteração de documentos.

Por fim, analisamos esses dados, realizando a consulta em mais de 200 fontes públicas e privadas. Dessa forma, garantimos a veracidade dessas informações e a validação da identidade do usuário em questão, gerando um relatório completo.

Manualmente, esse é um processo moroso, que exige capacidade e investimento em recursos humanos. Também são necessários tempo e esforço às organizações, principalmente aquelas que processam grande quantidade de proponentes diariamente.

Exigências regulatórias demandam investimento em questões de KYC

Com o passar do tempo, essas demandas ficarão ainda maiores. Novas regulamentações não param de surgir, como a GDPR e a PSD2, que exigirão das companhias uma atenção especial e contínua para as questões de KYC.

Considerando o volume de dados e prestação de contas exigidos daqui para a frente, os processos manuais tornam-se impensáveis. Esse será um dos principais quesitos desses novos regimes, destacando as penalidades rígidas impostas àqueles que não estiverem em compliance.

Nós, da idwall, estamos engajados em fazer com que o seu processo de onboarding esteja de acordo com essas normativas. Oferecemos uma solução segura, rápida e confiável para os seus negócios, evitando eventos inconsistentes.

PARA QUEM PRECISA DE INOVAÇÃO NO PROCESSO DE ONBOARDING

A idwall oferece uma série de soluções para proporcionar a confiança e a segurança no processo de cadastro de novos proponentes. Conheça as nossas soluções! Basta entrar em contato pelo formulário abaixo para conversar com nossos especialistas:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...