Home OutrosBackground Check Prevenção de fraudes: por que fazer consultas periódicas de clientes?
consultas periódicas de clientes

Prevenção de fraudes: por que fazer consultas periódicas de clientes?

by mariliabafutto

Realizar consultas periódicas de clientes contempla uma série de iniciativas de gerenciamento de riscos que tem como objetivo analisar se alguma das informações a respeito daquele cliente mudou em determinado período de tempo. 

Dentre essas iniciativas, a verificação dos dados dos clientes faz parte do processo de cadastro, realizado em qualquer instituição, de modo a certificar a empresa a respeito de com quem está se relacionando. 

Em algumas empresas, como as do sistema financeiro, por exemplo, essa verificação é prevista em lei e tem cunho obrigatório. Conhecido como Know Your Customer (KYC), a instituição coleta e consulta informações a respeito do cliente para que seja possível, por fim, analisar o risco que pode vir a oferecer.

Por exemplo, quando um cliente solicita crédito a uma instituição financeira, a empresa realiza consultas para entender o histórico de pagamento daquele cliente, se está inadimplente e como está a sua situação cadastral na Receita Federal. 

Nos últimos anos, em meio ao cenário pandêmico e de crise financeira, as consultas periódicas de clientes se tornaram ainda mais importantes. Não só pela questão financeira, mas também, para que as empresas se mantenham seguras acerca das relações que estabeleceram, entendendo se determinado cliente ainda se mantém idôneo, por exemplo. 

Neste artigo, buscamos trazer 4 motivos para a sua empresa fazer consultas periódicas de clientes e como contribuem com a prevenção de fraudes na sua organização! 

Prevenção de Fraudes

Durante o onboarding de clientes são coletadas informações a respeito do usuário e os dados necessários para cada empresa são verificados. Cada operação tem seu fluxo de análises, e existe a possibilidade de que usuários mal intencionados consigam passar por esse processo utilizando técnicas fraudulentas. 

Dados levantados pela idwall, no último trimestre de 2021, apontaram que 1 a cada 4 pessoas, físicas e jurídicas, verificadas pela idwall apresentaram algum tipo de risco ao negócio dos nossos clientes.

Portanto, realizar consultas periódicas de clientes é uma ação necessária para reforçar a análise realizada durante o onboarding, e também para verificar se as informações a respeito do cliente estão atualizadas. Dessa forma, essa atividade se torna uma medida de segurança para as organizações quanto a prevenção de fraudes. 

Gerenciamento de riscos

Quanto mais a tecnologia avança, golpistas e fraudadores encontram brechas nos processos das organizações, de modo a tentar se beneficiar de alguma forma. A verificação das informações dos clientes, fornecedores e parceiros com quem uma empresa se relaciona, por si só, já é uma atividade que compõe estratégias de gerenciamento de riscos. 

Podemos exemplificar como isso funciona com o processo de Know Your Customer realizado por instituições financeiras, que são obrigadas por lei a analisar e verificar as informações dos clientes. 

Essa é uma medida de gerenciamento de riscos que previne essas intituições de se relacionar com pessoas má intencionadas, e auxilia no cumprimento das legislações como PLD (Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro), verifica e identifica se o usuário se enquadra como Pessoa Politicamente Exposta (PEP) permitindo com que seja possível monitorar suas atividades financeiras, visando à prevenção e identificação da lavagem de dinheiro.

Assim, as consultas periódicas de clientes permitem com que a empresa mantenha sua base atualizada, gerenciando e monitorando os riscos apresentados por cada cliente, que no caso de uma instituição financeira, por exemplo, pode vir a ter se tornado inadimplente. 

Dessa forma, realizar consultas periódicas de clientes previnem as empresas quanto a possíveis prejuízos que possam surgir durante as negociações e o funcionamento da operação.  

Enriquecimento de dados 

Além de contribuir diretamente com a segurança da organização, como citamos acima, as consultas periódicas de clientes contribuem para o enriquecimento de dados da base de clientes, parceiros ou fornecedores de uma empresa. 

Ao revisitar um contato, e buscar novas informações, porventura é possível descobrir mudanças de informações cadastrais como endereços, números de telefone e até mesmo processos que foram abertos contra a pessoa, física ou jurídica. Realizando novas consultas, sua organização higieniza a base de dados, trata e verifica as novas informações completando também, inúmeros dados que estavam incompletos.

Por exemplo, empresas do segmento de logística, buscam constantemente realizar consultas periódicas de motoristas de modo a verificar se sua CNH está atualizada, ou se existem novas multas de trânsito em seu nome, entre outros.  

Higienização da Base

De acordo com a pesquisa, Experian Data Quality, dados incompletos na base de dados das organizações impactam diretamente as finanças de 88% das empresas, podendo haver perda de até 12% da sua receita. 

Atualmente, grande parte das orientações já implementaram uma cultura data driven nas suas operações. Isso significa que a maior parte dos processos dessas empresas e as tomadas de decisão necessárias durante o dia a dia, são orientados e baseados em dados. 

Portanto, manter as informações atualizadas e organizadas no banco de dados de uma empresa é essencial para decisões assertivas e para otimizar a produtividade das equipes. As consultas periódicas de clientes é uma atividade que contribui diretamente para os processos de higienização das bases, e ajuda a manter a base de dados padronizada, permitindo com que as informações necessárias sejam encontradas com facilidade.

Leia também: O que é a higienização da base de dados e por que realizá-la?

Como realizar consultas periódicas de clientes?

Tendo em vista o grande número de informações que precisam ser consultados e atualizados, para realizar consultas periódicas de clientes, soluções automatizadas auxiliam a otimizar esse processo. 

O Background Check da idwall, por exemplo, é uma solução que realiza a consulta de informações de forma automática em mais de 200 fontes de dados, públicos e privados, tanto para Pessoa Física quanto Jurídica. 

No último trimestre de 2021, o Background Check da idwall realizou em média 15,6 milhões de consultas por mês para verificar as informações cadastrais de pessoas, empresas, motoristas e veículos. Reduza os riscos do seu negócio com mais informações, converse com os nossos especialistas e saiba mais sobre as nossas soluções:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...