Home OutrosMercado Financeiro Os 4 maiores desafios das pequenas e médias empresas de crédito

Os 4 maiores desafios das pequenas e médias empresas de crédito

by Mariana González
empresas-de-credito

Os mais diferentes obstáculos estão presentes na vida de qualquer empresa, de qualquer setor, mudando de acordo com o estágio em que a organização se encontra e o mercado em que ela atua. Portanto, é preciso conhecê-los para que seu negócio seja capaz de enfrentá-los sem prejudicar suas estratégias de desenvolvimento e crescimento.

Para as pequenas e médias empresas de crédito, os desafios são relacionados principalmente a burocracia e regulamentação, além dos altos riscos de fraude e outros crimes recorrentes nesse segmento. Enquanto isso, é preciso investir em tecnologia, inovação e experiência do usuário sem prejudicar a segurança.

A boa notícia é que a tecnologia pode ser uma grande aliada no desenho de estratégias para superar esses obstáculos. Pensando nisso, continue a leitura para conhecer os x maiores desafios das pequenas e médias empresas de crédito.

1. Cumprir as obrigações regulatórias

Enquanto grandes negócios têm equipes altamente especializadas dedicadas integralmente a compliance, entendimento, cumprimento e antecipação das regulamentações, o cenário é bem diferente nas pequenas e médias empresas — especialmente aquelas que ainda estão iniciando operação.

Afinal, quais são as obrigações da empresa? Como e onde conseguir as informações necessárias para que tais comprovações sejam possíveis? E como fazer tudo isso sem tornar o processo burocrático e lento para o cliente?

A resposta pode estar na automação dos processos de compliance e KYC. Uma empresa especializada na validação de identidade e em processos antifraude pode ajudar você na definição das melhores fontes e informações para que sua empresa comprove de forma rápida e fácil tudo o que precisa verificar para atender as exigências regulatórias do setor.

2. Aplicar inteligência de dados

Geramos e coletamos continuamente uma quantidade enorme de dados — mas como usar todas essas informações a favor do seu negócio? Dados pessoais dos clientes, históricos de consumo, avaliações do processo de venda etc. são informações altamente relevantes para a contínua evolução e crescimento do seu negócio.

Porém, é fundamental que a coleta e o tratamento de dados aconteça em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados, que entra em vigor no Brasil em agosto de 2020. Aproveite os meses até lá para rever e adaptar todos os processos da sua empresa que envolvem o tratamento de dados, focando na importância do consentimento do usuário, na transparência na comunicação e nos processos para requisição de solicitações do usuário.

Os usuários estão dispostos a fornecer dados pessoais para sua empresa — desde que percebam retorno disso. Portanto, aproveite as informações disponíveis para elaborar experiências personalizadas e inteligentes, que realmente atendam às necessidades e expectativas da sua base.

3. Garantir segurança sem fricção para o usuário

Você já sabe quais regulamentações deve cumprir e está no processo de adaptar a empresa à LGPD. Agora, como assegurar que tudo isso vai acontecer sem que o usuário tenha a percepção de lentidão ou excesso de burocracia no cadastro ou uso de seus serviços e soluções?

Esse é definitivamente um dos maiores desafios das pequenas e médias empresas de crédito, já que muitas vezes falta a tecnologia necessária para acelerar e escalar os processos. Novamente, a automação é uma grande aliada: ao terceirizar os processos de compliance, onboarding e validação de identidade para uma especialista, você pode focar no seu core business enquanto tem a certeza de que seu usuário terá a melhor experiência possível.

4. Evitar prejuízos decorrentes de fraudes

A ocorrência de fraudes gera prejuízos bilionários para o mercado financeiro, e as pequenas e médias empresas são particularmente fragilizadas diante dessas situações. Porém, no início das operações, muitas PMEs preferem não arcar com o investimento em soluções inteligentes e automatizadas de prevenção e identificação de fraudes.

Além das perdas decorrentes de fraudes, como a fraude de identidade, tais casos também prejudicam os clientes e possíveis interessados em seu negócio. Isso porque os prejuízos causados por fraudes são convertidos em taxas para os usuários, minimizando as perdas para a organização, mas diminuindo a entrega de valor para quem utiliza seus serviços.

Hoje, muitos novos players do mercado financeiro apostam na ausência ou considerável diminuição de taxas (em relação às empresas tradicionais do setor) para atrair e fidelizar usuários. Isso pode ser alcançado por meio de estratégias fortes e bem estruturadas de prevenção à fraude, permitindo que sua empresa diminua os riscos e invista nos usuários.

Quer garantir a ausência de fraudes e otimizar os processos de validação de identidade e onboarding digital? As soluções automatizadas da idwall vão ajudar você a diminuir os riscos e permitir que você foque na escala e crescimento do seu negócio. Entre em contato pelo formulário abaixo e converse com um de nossos representantes comerciais:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...