Home OutrosNotícias Dia do Consumidor: sua empresa está preparada para evitar fraudes?

Dia do Consumidor: sua empresa está preparada para evitar fraudes?

by Laís Costa
Dia do Consumidor

Conhecido como a “Black Friday do primeiro semestre”, o Dia do Consumidor tem ganhado relevância no comércio digital, sendo considerada a primeira grande data do ano no calendário comercial do e-commerce.

A data foi criada nos Estados Unidos em 1962 pelo presidente John F. Kennedy, com o objetivo de reforçar os direitos de todos os consumidores, como segurança, informação e liberdade de expressão. Essa ação promoveu diferentes debates ao redor do mundo, já que consideram o pontapé na na defesa dos direitos dos consumidores. 

Aqui no Brasil, a comemoração chegou em 2014, é promovida, principalmente, pelo comércio eletrônico – que é o segmento que mais fatura nessa época e promove ações vantajosas ao consumidor. 

Para esse ano, as expectativas continuam altas: conforme levantamento realizado pela Shopee com mais de mil pessoas de todas as regiões do País, cerca de 68% dos consumidores pretendem comprar pela primeira vez esse ano no Dia do Consumidor. 

Além disso, foi questionado o que motiva as compras na data, e, para 65% dos entrevistados, uma das razões são itens de desejo mas com preços mais atrativos; já para 28% dos consumidores, a busca será por produtos de necessidades básicas em promoção. 

Outro ponto que consta neste estudo é o método de pagamento, em que 49% pretende usar cartão de crédito, 30% PIX e 16% responderam que pagarão as compras via boleto. Diante das oportunidades de venda e da chance de fidelizar novos clientes, as empresas devem estar preparadas para oferecer a melhor experiência ao cliente – e isso inclui proteção e segurança em seus dados.

Mas quais riscos podem acontecer com seus clientes durante as transações e como redobrar a segurança para mitigar possíveis problemas no Dia do Consumidor? Continue a leitura e saiba mais!

Veja aqui: Tudo sobre o que é chargeback e como evitar esse risco na sua empresa

Quais as principais fraudes para ficar atento ao longo do Dia do Consumidor?

Conhecer os tipos de fraudes no e-commerce permite que o gestor da loja virtual pense em alternativas para reduzir os riscos de golpe, aumentando a segurança da transação e garantindo que receberá o valor total pelas vendas realizadas. 

Saber as principais fraudes que a sua empresa e seus consumidores podem ser impactados, o ajudam a pensar em alternativas para se prevenir desses possíveis riscos, e assim aumentando a segurança nas transações e na validação de dados do usuário. Mas quais golpes são esses? Abaixo listamos quatro principais para ficar atento:

Fraude de Teste de Cartão

Esse golpe é complexo e testa a validade de um número de cartão de crédito. Quem está por trás da fraude, dá preferência para os sites que revelam uma resposta diferente para cada tipo de declínio, como, por exemplo, quando um cartão é recusado por conta da data de validade incorreta, e, assim, uma resposta diferente é fornecida.

Com esse retorno, o golpista sabe que precisa encontrar a data de vencimento certa e, através de bots, acabam encontrando a informação e realizam as transações rapidamente. Os dados dos pedidos geralmente são idênticos – seja todos os dados ou apenas um subconjunto, como o endereço de envio.

Fraude de Roubo de Identidade

Nesse caso, os fraudadores assumem a identidade de outra pessoa, criam cartões de crédito em nome da vítima e realizam transações. Embora a ação seja ousada e complexa, cresce cada vez mais à medida que o número e o escopo das violações de dados aumentam. Outro ponto de atenção é que as fraudes de roubo de identidade são mais difíceis de identificar, pois trata-se de um golpe sofisticado e planejado. 

Fraude de Estorno

Recorrente em e-commerces, nessa fraude o usuário realiza uma compra online e, em pouco tempo emite um estorno, alegando roubo do seu cartão de crédito. Geralmente, quando o dinheiro é devolvido, as compras feitas já foram entregues – o que gera prejupizo ao seu negócio. 

Esse tipo de ação não é feita geralmente por criminosos, mas sim por consumidores conscientes do que estão fazendo. Esse é um crime difícil de detectar, mas muitas vezes pode ser vencido através de uma representação de estorno.

Fraude Clássica

Nesse caso, os fraudadores adquirem credenciais de cartões de crédito pela dark web e as mercadorias são enviadas a agentes de fretes, para que não seja possível identificar o comprador do produto em questão.

Na maioria das vezes, os proxies de internet são usados ​​para mascarar o IP internacional onde a maioria desse tipo de ação se origina. O proxy é um servidor que atua como intermediário entre os clientes e outros servidores, e é útil para preservar a identidade de quem está do outro lado da tela. Esse é um dos tipos de fraudes mais difíceis de evitar no e-commerce.

Saiba mais: Como evitar fraudes nas empresas em 2022: entenda os novos riscos e as principais estratégias

Como proteger seus clientes de fraudes no Dia do Consumidor?

Para oferecer a melhor experiência a seus consumidores e não ter dores de cabeça, é essencial se preparar para qualquer imprevisto que possa surgir e impactar nos seus resultados. Por isso, separamos três dicas para o seu e-commerce se preparar para o Dia do Consumidor e oferecer segurança máxima aos usuários.

Verificação dos dados cadastrais dos consumidores

É importante verificar se os dados informados pelos consumidores que se cadastram nessas plataformas para efetuar as compras são, de fato, verdadeiros.

Como falamos acima, existem muitas fraudes que acontecem por essa falta de verificação, como, por exemplo, a fraude de estorno e a fraude de identidade. Nesse caso, é importante contar com uma solução automatizada que faça esse processo de verificação e validação dos dados informados – como o background check.  Essas soluções realizam consultas em fontes públicas e privadas, dos dados de pessoas físicas e jurídicas, permitindo que essa análise da veracidade das informações seja realizada.

Previna fraudes de identidade com tecnologia 

São várias as tentativas e oportunidades de fraudes exploradas no comércio eletrônico, mas  a tecnologia é uma importante aliada para mitigar essa situação. 

Ferramentas de reconhecimento facial reduzem o risco de que uma pessoa realize um cadastro na plataforma com dados falsos. Isso porque, durante o processo de cadastramento é exigido uma selfie que é comparada com a foto do documento enviado, certificando de que o usuário é realmente quem diz ser.

Redobre os cuidado com e-mails suspeitos e phishing no Dia do Consumidor

Boa parte dos golpes aplicados vem de técnicas de engenharia social, o que envolve práticas de roubo de dados pessoais como número, senha de cartões e outros dados pessoais, sendo o phishing um dos golpes mais populares na internet. 

No período do Dia do Consumidor, é normal que a sua empresa aumente o envio de e-mail marketing, a fim de informar promoções e outras informações relevantes ao consumidor – e também que seus colaboradores recebam muitos e-mail em formato de SPAM.

A dica é reforçar a todos em não clicar em links de e-mails suspeitos, que são uma das táticas mais utilizadas por hackers para acessar informações privilegiadas, colocando em risco não somente o colaborador, como a segurança de toda a empresa. 

Oriente seus colaboradores para que sempre fiquem atentos a pistas como erros de escrita, horário de envio e remetente suspeitos, pois podem ser sinais de golpe. 

Se o seu e-commerce ou plataforma de marketplace precisa de mais segurança, conte com a idwall. Oferecemos soluções que os ajudam a detectar e se proteger contra fraudadores e usuários mal-intencionados. Converse com um de nossos especialistas e saiba como podemos lhe ajudar!

Related Posts

Loading Facebook Comments ...