Home Outros O que é análise de risco e qual a sua importância?

O que é análise de risco e qual a sua importância?

by Nathalia Paz
o que é análise de risco e qual a importância desse procedimento

Qualquer tomada de decisão envolve inúmeros fatores – entre eles, a análise de riscos – momento corriqueiro dentro das organizações, que devem considerar todos os elementos antes da implementação de uma nova medida ou processo.

O post de hoje irá abordar a importância dessa análise, suas vantagens e quais os passos para implementá-la dentro de sua empresa. Para saber mais sobre esse processo, continue a leitura.

O que é análise de risco?

Análise de risco é o processo de identificação e análise de possíveis problemas que podem impactar negativamente o negócio. Seu principal objetivo é ajudar as organizações e evitar ou mitigar os riscos

Pra que serve?

As organizações fazem uso da análise de riscos para:

  • antecipar e reduzir o efeito de resultados nocivos de eventos adversos;
  • analisar se os riscos são compensados pelos benefícios;
  • planejamento de respostas e tomadas de decisões, caso haja falhas;
  • identificar o impacto e preparar-se para mudanças, como a probabilidade de novos concorrentes entrarem no mercado ou mudanças na política regulatória do governo.

 Benefícios da análise de risco

Para o sucesso do negócio, as organizações devem entender os riscos associados ao uso de seus sistemas, protegendo assim, de maneira eficaz e eficiente, seus ativos e informações. A análise de risco pode auxiliar as organizações a:

  • identificar, classificar e comparar o impacto geral dos riscos em aspectos financeiros e organizacionais;
  • identificar lacunas de segurança e determinar as próximas etapas para eliminar os pontos fracos;
  • aprimorar os processos de comunicação e tomada de decisão relacionados à segurança da informação;
  • melhorar políticas e procedimentos de segurança e desenvolver métodos econômicos de implementar tais processos;
  • implementar controles de segurança para mitigar os riscos.

Quando bem feito, esse procedimento pode ser uma importante ferramenta no gerenciamento de custos associados a riscos e nos processos de tomada de decisões. Sua implementação dentro das empresas tem sido cada vez mais comum e essencial.

Etapas da análise de riscos

A análise segue, basicamente, as seguintes etapas:

  1. Pesquisa de avaliação, onde é possível documentar riscos ou ameaças específicas em cada departamento;
  2. Identificação, se o risco é de software ou humano;
  3. Análise de riscos: puma vez identificados, chegou o momento de determinar a probabilidade de sua ocorrência e suas consequências;
  4. Gerenciamento, com base em uma análise de quais ativos são valiosos e quais ameaças provavelmente afetarão negativamente, a análise de risco deve ser capaz de identificar recomendações de controle que possam ser usadas para mitigar, transferir, aceitar ou evitar risco;
  5. Implementação do plano de gerenciamento, ou seja, a execução de medidas que irão remover ou reduzir os riscos;
  6. Monitoramento, por fim, o processo contínuo de identificação, tratamento e gerenciamento deve ser uma parte importante de qualquer procedimento de análise de risco.

A análise de risco deve ser feita em todos os negócios, independente do seu segmento. Ela é essencial para que as expectativas sejam alcançadas e para que as organizações estejam preparadas para imprevistos.

Além de mitigar os riscos, a análise também possibilita um alto conhecimento dos processos da empresa, permitindo que conheça ainda mais a sua instituição, buscando sempre o êxito das operações. 

Em um procedimento de análise de riscos eficiente, também é necessário fazer a correta identificação de clientes, fornecedores e parceiros. A idwall pode ajudar a sua empresa a automatizar essa etapa por meio de soluções de OCR, face match e background check. Entre em contato com os nossos especialistas para saber mais:

Related Posts

Loading Facebook Comments ...